A Especialista

Levada pelo desejo de aliar um ambiente moderno a tudo o que há de novo em óculos solares e armações, diretamente de grandes grifes, o estilo AE tem como inspiração as batidas das passarelas – luzes, cenários e bastidores de quem vive tudo o que acontece no universo fashion.

Umidade baixa do ar e tempo seco são inimigos dos olhos


Dica de saúde AE.

Não é de hoje que varias  pessoas sofrem com problemas respiratórios devido ao frio e à umidade do ar abaixo dos 60%. Mas não é só o corpo que sente as mudanças climáticas, os olhos também sofrem com ressecamento e irritações. Segundo o presidente da Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBO) e consultor do Instituto Varilux da Visão, Dr. Marcus Sáfady, nessa época do ano o problema visual mais comum é a Síndrome do Olho Seco. “Com a diminuição da umidade relativa do ar, os olhos tendem a ficar mais ressecados gerando, assim, uma sensação de areia, ardor, queimação, olhos vermelhos, lacrimejamento excessivo ou embaçamento”, segundo o médico.

Outros fatores que propiciam a contaminação  e o desenvolvimento da doença são a permanência em locais fechados e com ar-condicionado, a poluição e exposição constante ao computador.  “Quando olhamos para o computador, por exemplo, temos a tendência de piscar com menos frequência do que o normal, causando menos lubrificação dos olhos e consequentemente o seu ressecamento”, esclarece Sáfady.

Algumas dicas para amenizar a situação e manter a saúde dos olhos:

  •          Uso de um umidificador em casa ou, se possível, no trabalho para ajudar a elevar a umidade do ar;
  •         Beber muita água diariamente;
  •        Evitar ao máximo o ar condicionado;
  •          Ingerir alimentos ricos em vitaminas A e E (importantes na proteção da visão), e Ômega 3 (diminui o risco de degeneração no olho);
  •          Piscar mais nas atividades no computador. A média ideal é piscar de 6 a 10 vezes por minuto.
  • Além, é claro, do uso de óculos escuros. “É preciso conscientizar as pessoas que a proteção dos olhos com óculos escuros e o cuidado com os horários de exposição ao sol devem ser permanentes, já que os raios UV estão presentes o ano todo e passam através da córnea, agredindo a retina e o cristalino”, afirma Sáfady, acrescentando que qualquer incomodo ou sinal de inflamação no olho deve-se procurar um oftalmologista.

© 2016 Ópticas A Especialista.
Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por
dvcm.com.br